casinoonlineenglish -Dezenas de ativistas participaram neste domingo (7) de um ato em defesa da democracia na pista do Ei

Ato no Eixo, Brasílcasinoonlineenglish -ia, dá início a série de manifestações

Dezenas de ativistas participaram neste domingo (7) de um ato em defesa da democracia na pista do Eixão Norte,íliadáinícioasériedemanifestaçõcasinoonlineenglish - em Brasília. O "Ato em defesa da democracia - sem anistia para golpistas" cobra punição de envolvidos nos atos de 8 de janeiro de 2023.

Continua após publicidade

A manifestação foi iniciativa de um conjunto de organizações, entre elas a Central Única dos Trabalhadores no DF (CUT-DF) e o Fórum de Oposição Permanente ao Governo Ibaneis.

:: Atentado de 8 de janeiro já é fato histórico, mas ainda precisa ser enfrentado pelo país ::

A atividade aconteceu na véspera da data que marca um ano da tentativa de golpe e depredação de patrimônio público por bolsonaristas nas sedes dos Três Poderes.

Na segunda-feira (8) estão marcados vários outros atos em defesa da democracia organizados por movimentos populares em todo o país.



Confira a programação:

. Recife (PE), às 10h, no Monumento Tortura Nunca Mais, na Rua da Aurora, bairro da Boa Vista

. Belo Horizonte (MG), às 16h, na Casa do Jornalista, na Avenida Álvares Cabral, nº 400, centro.

. Porto Alegre (RS), das 17h às 19h, no Sindicato dos Bancários, na Rua General Câmara nº 424

. Rio de Janeiro (RJ), às 17h, na Cinelândia

. Aracaju (SE), às 8h no calçadão da João Pessoa, próximo ao Museu Palácio Olímpio Campos

. João Pessoa (PB), às 15h, na Lagoa do Parque Solon de Lucena

. Goiânia (GO), às 9h, Cepal do Setor Sul (Rua 15 com Rua Fued José Sebba)

. Salvador (BA), às 9h, no Centro Administrativo, da Assembleia Legislativa (ALBA)

. Vitória (ES), às 16h30, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo - Americo Buaiz nº 205

. Campo Grande (MS), 17h, Sintell, à Rua José Antônio nº 1682

. São Paulo (SP), às 17h, na Avenida Paulista em frente ao MASP

Ato no Congresso

Também acontecerá no, Congresso Nacional, o ato “Democracia Inabalável”, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e dos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (PSD-MG), respectivamente.

:: MPF recupera e envia ao STF vídeo com conteúdo golpista apagado por Jair Bolsonaro; prova pode incriminar ex-presidente :: 

O ato terá mais de 500 convidados e convidadas, entre lideranças e representantes dos movimentos sociais e sindical, ministros e ex-ministros do STF, presidentes dos tribunais superiores, ministros e ministras do governo federal.

Em paralelo ao evento no Congresso Nacional, o STF vai promover em seu edifício sede, a mostra “Após 8 de janeiro: Reconstrução, memória e democracia”, voltada à preservação da memória institucional da Corte. O edifício foi o mais depredado pelos manifestantes.

Protocolo de Segurança

Na quinta-feira (4), o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o governo do Distrito Federal assinaram protocolo de segurança para os atos. O documento estabelece o planejamento e as prioridades de atuação, e marca também a entrega de 20 viaturas, armamentos, drones, cartuchos e demais equipamentos para o fortalecimento da segurança pública no DF.

:: Por que bolsonaristas destroem arte? ::

O governo também monitora grupos bolsonaristas que articulam protestos antidemocráticos na data. Por hora, no entanto, a oposição ao governo Lula tem descartado a possibilidade de realizar manifestações presenciais em Brasília para se contrapor ao evento dos Três Poderes. O grupo deve se ater a uma nota de repúdio.

Edição: José Eduardo Bernardes


Relacionadas

  • Tempero da Notícia: Um ano depois dos ataques golpistas de 8 de janeiro, STF segue com os julgamentos

  • Recuperação do acervo dos Três Poderes depredado por golpistas já custou R$ 21,1 milhões aos cofres públicos

  • Ministério da Justiça e DF assinam plano de segurança para 8 de janeiro e afirmam que atos golpistas não se repetirão

  • &39;Democracia inabalada&39;: ato no Congresso reunirá chefes de Poderes para relembrar um ano dos ataques golpistas de 8 de janeiro

Outras notícias

  • Sob suspeita de proteger golpistas, Exército diz não registrar nomes de visitantes em QG no DF

  • Moraes acata pedido da PGR e mantém posse de deputados acusados de envolvimento em ato golpista

  • "Atos foram contra a República e não contra Lula ou o PT", afirma historiador

BdF
  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.cc777sitemap